top of page

NOTÍCIAS

Buscar

DIRETORIA DE POLÍTICA PARA MULHERES AVANÇA NA CONSTRUÇÃO DE PROJETOS PARA ISONOMIA DE GÊNERO NA POLÍCIA PENAL

A Diretora de Políticas para Mulheres da AGEPPEN-BRASIL, visando a implementação dos projetos que promovam isonomia de gênero no âmbito da Polícia Penal propostos em sua direção, passa a integrar o Núcleo de Pesquisa em Direito e Gênero Cnpq da Universidade Federal do Estado de Santa Catarina, coordenado pela Professora Doutora Grazielly Alessandra Baggenstoss.


Em sua primeira atuação no Núcleo, integrará o Projeto de Pesquisa de Estudos sobre práticas antidiscriminatórias no Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina, com a pretensão de pensar sobre práticas antidiscriminatórias ocorridas em ambientes organizacionais.


A AGEPPEN-BRASIL permanece na construção do "Diagnóstico de Participação de Gênero" dentro da carreira da Polícia Penal no país (para que se possa delinear o perfil de atuação da última década, o que possibilitará pensar e desenvolver políticas construtivas que contribuam para uma Polícia ainda mais forte e isonômica). Ainda, a Diretora da AGEPPEN-BRASIL dedicar-se-á a estudos sobre gênero, raça e diversidade funcional (designação 'mulheres e homens com diversidade funcional', em substituição a 'pessoa com deficiência' e seus correlatos).


Neste mês da Mulher, a AGEPPEN-BRASIL enfatiza toda sua dedicação na luta pela igualdade de gênero e permanece na busca pela efetivação de Projetos e de uma Política Institucional que possa contribuir e contemplar todas as pessoas integrantes da Polícia Penal do Brasil.


Juntos por uma Polícia Penal mais forte em todo o Brasil!




0 comentário

Comentários


bottom of page