top of page

NOTÍCIAS

Buscar

LANÇADO LIVRO QUE REÚNE EXPERIÊNCIA, ATUAÇÕES E ESTRATÉGIA NA ÁREA DA SEGURANÇA PÚBLICA E DO DIREITO

Um dos assuntos abordados é 'A Imprescindibilidade da Investigação Preliminar no Âmbito da Polícia Penal à Luz do Entendimento do STF na Efetivação do Ato de Polícia' de autoria do presidente da AGEPPEN-BRASIL, Jacinto Teles.

Neste mês de abril será lançado o II volume da obra “Inteligência, Segurança Pública, Organização Criminosa”, de autoria de profissionais da segurança e do Direito que traz a reunião das experiências de vários autores que atuam na atividade de Segurança Pública e na área do Direito. Participaram da organização da obra, a policial penal do estado do Mato Grosso do Sul e doutora em psicologia, Mônica Leimgruber, o policial penal da Bahia, Yuri Lopes e o major da Polícia Militar (BA), Hêndrio Inandy José de Souza. Conforme os organizadores do livro que será lançado em diversos estados e no DF, durante o processo de construção "muitos dias foram dedicados à pesquisa em que reuniu diversos temas que seguem sob a ótica de cada autor, primando pelo compromisso com suas instituições e o trabalho essencial que estas desenvolvem em prol da sociedade".

A obra que destaca trabalhos de diversos pesquisadores teve cada capítulo escrito por um ou mais autores todos com vasta experiência nos assuntos abordados, dentre eles, os advogados Jacinto Teles [presidente da Associação dos Policiais Penais do Brasil - AGEPPEN-BRASIL e vice-presidente da Comissão de Estudos Constitucionais da OAB-PI] e Kayo Coutinho [sócio da JK Advocacia e Consultoria e membro do Conselho da Jovem Advocacia Piauiesne], com o trabalho: “A Imprescindibilidade da Investigação Preliminar no Âmbito da Polícia Penal à Luz do Entendimento do STF na Efetivação do Ato de Polícia”, que enfoca a importância da nova polícia na Constituição da República, que é a Polícia Penal no âmbito da União, dos estados e do Distrito Federal, na investigação peculiar ao ato de polícia, cuja atribuição é plenamente reconhecida pelo Supremo Tribunal Federal (STF).


A obra traz de início, o capítulo com o tema "Primeiro Comando da Capital-PCC: Aspectos do Serviço de Inteligência Prisional e as Contribuições da Teoria Cognitiva-comportamental na compreensão do fenômeno da criminalidade organizacional”, desenvolvido pelos organizadores Mônica Leimgruber, Yuri Lopes, e Hêndrio Inandy José de Souza.

Dentre tantos outros capítulos importantes, o livro possui ainda o de autoria de Manuela de Sanatana Passos e Thiago de Almeida Costa, defensora pública e delegado de polícia, ambos do Estado da Bahia, que abordo o tema: "Reflexões sobre a Superlotação Preta e Presa do Brasil e a Política Criminal de Drogas". Como outro importante tema abordado "Ações Táticas com Emprego de Atiradores Designados: Uma Releitura Isenta do Conceito de Legítima Defesa", trabalho este organizado por Alexandre Abrahão Dias Teixeira em conjunto com Maurilio Nunes, respectivamente juiz de Direito, presidente do III Tribunal Popular do Júri da cidade do Rio de Janeiro e o tenente coronel (PMRJ), comandante do 23º BPM-RJ.

Também traz uma capitulo que aborda a “Análise sobre o Sigilo de Dados na Monitoração Eletrônica”, escrito pelo policial penal federal, Issac Rodrigues Soares. Isso e muito mais você encontra no II volume do livro “Inteligência, Segurança Pública, Organização Criminosa”, que possui 331 páginas. Oportunamente será anunciado o calendário de lançamento da obra, no Piauí deve ser lançado dentre outras obras a ser anunciadas pela presidência da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional do Piauí.

Em Teresina no Piauí, diversas entidades de Polícia Penal adquiriram exemplares do volume II do livro em razoável quantidade, a exemplo do presidente do SINDCOP-SP, Gilson Pimentel Barreto, durante o I Encontro Nacional Estratégico de Valorização da Polícia Penal, ocorrido nos dias 30 e 31 de março [semana passada] sediado no auditório Serra da Capivara do Tribunal Regional do Trabalho.

I Volume

O primeiro volume teve sua origem da necessidade de descrever experiências e atuações de profissionais distintos da área de segurança pública e do sistema prisional que apresentassem suas vivências rotineiras nas atividades propostas, já que exercem efetivamente as funções táticas, operacionais e estratégicas nessas áreas.

Mônica Pinto Leimgruber, em 'conversa especial', acerca de organizações criminosas com enfoque no Primeiro Comando da Capital (PCC)

O JTNEWS recebeu em sua Redação no dia 26 de setembro de 2021, a especialista em 'organizações criminosas', Mônica Pinto Leimgruber, que fez um amplo relato acerca de como colocou o PCC no foco de suas pesquisas. Leimgruber é detentora de um vasto currículo, e consequentemente uma ampla experiência nas áreas em que atua, portantro presta incomensurável contribuição à pesquisa nas áreas em que atua.

A conversa que não foi programada pra ser uma entrevista em formato próprio, foi voltada para uma conversa especial na qual a especialista ficou à vontade para discorrer sobre o tema sem formalidades. FONTE: https://www.jtnews.com.br/noticias/pesquisadores-lancam-livro-que-reune-experiencias-atuacoes-e-estrategias-na-area-da-seguranca-publica-e-do-direito-13742.html#.YksLwrIsiJo.whatsapp


0 comentário

Comentarios


bottom of page